Jean Wyllys aceita o desafio da ONG Veganuary e será vegano por um mês - Veganuary

Jean Wyllys aceita o desafio da ONG Veganuary e será vegano por um mês

Jean Wyllys será vegano por um mês: “Enquanto busco somar esforços à erradicação da fome, tentarei eu mesmo, já que hoje posso, mudar meus hábitos alimentares experimentando o veganismo 

Jean Wyllys,  atualmente filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores), aceitou o desafio de Veganuary, e experimentará uma alimentação livre de produtos de origem animal –como carne, leite e ovos– durante o mês de janeiro de 2022.

O ex-deputado federal pelo SOL participará do desafio anual de Veganuary, organização sem fins lucrativos de origem britânica e com presença internacional, que a cada ano convoca milhares de pessoas ao redor do mundo a manter um cardápio vegano por 31 dias, seja pelo impacto positivo deste tipo de alimentação na vida dos animais, no meio ambiente ou na saúde dos participantes.

Crédito da imagem: Arquivo Pessoal de Jean Wyllys

Jean fará parte de uma campanha internacional que na edição 2021 reuniu mais de meio milhão de pessoas de 209 países e territórios, que receberam todo o apoio necessário por meio do envio de receitas fáceis, planos de alimentação e dicas para facilitar a transição a uma  alimentação baseada em plantas.

Uma mudança de paradigma para uma alimentação baseada em plantas pode ser chave para garantir segurança alimentar no mundo, como explica Jean: “A segurança alimentar deve vir não só com a erradicação da fome, mas com a garantia de uma alimentação saudável para a população e sustentável para o planeta. Num mundo tão rico, isso é possível, sim”, afirma o político que, refletindo sobre o tema, decidiu experimentar uma dieta à base de vegetais.

“É uma questão de vontade política. Enquanto busco politicamente somar esforços à erradicação da fome e à garantia do direito das pessoas à comida saudável e cuja produção seja sustentável, tentarei eu mesmo, já que hoje posso, mudar meus hábitos alimentares experimentando o veganismo.”

Conhecido por defender pautas ligadas aos direitos humanos, o deputado apelou à tomada de consciência do mapa da fome no mundo, motivo pelo qual aceitou participar do desafio Veganuary. “A fome é uma desgraça. É inaceitável que num mundo com tamanha produção de alimentos, haja milhões de pessoas passando fome. Eu sei o que é passar fome, e sei como a fome nos deixa na condição degradante de não ter escolha, de comer o que há pela frente, até mesmos os restos descartados de alimentos”, disse ele, fazendo-nos lembrar as tristes cenas de pessoas procurando comida num caminhão de lixo em Fortaleza em outubro passado.

Os recursos de Veganuary estão disponíveis gratuitamente durante o ano todo no site veganuary.com/pt-br com conselhos e suporte para experimentar uma dieta à base de plantas.

PREPARADO PARA ASSUMIR O COMPROMISSO VEGANUARY?

Veganuary é o maior movimento pelo veganismo no mundo, inspirando pessoas a experimentar o veganismo em janeiro e pelo resto do ano